Comissão Europeia e Estados-Membros apresentam lista que lança bases para mais fitossanidade na UE

Os Estados-Membros apoiaram ontem a proposta da Comissão Europeia no sentido de definir um conjunto de medidas que melhorem o nível de fitossanidade na UE. Em reunião de comité em Bruxelas, os peritos de todos os países da UE aprovaram uma lista de plantas de risco elevado, que inclui 39 plantas desta categoria (35 plantas para plantação, uma frutífera, 1 referente a legumes e uma destinada à produção de madeira). O objetivo desta lista é assegurar que a sua introdução na UE é provisoriamente proibida até ser concluída uma avaliação completa do risco. A lista alarga também o âmbito de aplicação do material vegetativo regulamentado que tem de ser acompanhado por um certificado fitossanitário específico quando importados. Esta alteração terá efeitos a partir de 14 de dezembro deste ano.

Saiba mais AQUI